quinta-feira, 26 de maio de 2011

Overtraining - Longe das pistas, mas perto dos amigos!

Eu gostaria de dedicar o espaço no meu blog para compartilhar minhas experiências com a corrida de rua, mas sempre enfatizando as coisas boas e momentos marcantes neste fantástico mundo que o nosso esporte nos oferta. Porém nem sempre de alegrias se vive, então quero aproveitar este espaço para alertar a todos os nossos amigos deste momento das conseqüências e do estrago que o overtraining me causou.

Retornei com o resultado da ressonância magnética (articulação – quadril unilateral) ao médico nesta semana, e a notícia não foi das melhores. Fui diagnosticado com uma fratura de stress no colo femoral direito. Terei que ficar três meses em repouso, longe de atividades físicas (caminhadas, corridas, etc) e fazer sessões de fisioterapias sem carga durante este período e depois retornar para uma nova avaliação médica.

Comecei a sentir os primeiros sintomas de uma potencial lesão após participar da Corrida Circuito Saúde Oba Hortifruti (Campinas/SP) em 27/03. Pensei que fosse só um desconforto muscular momentâneo como acontece normalmente depois de uma prova difícil e deixei pra lá. Depois disso comecei a intensificar meus treinos impondo um ritmo mais forte e submetendo o meu corpo a um nível de estresse intenso que ele não conseguiu se adaptar, aumentando mais a lesão com o excesso de treinamento.

Cheguei até a participar de outra prova uma semana depois em São Paulo, no Circuito Popular de Corrida de Rua - Etapa Santana em 03/04. Aí depois a coisa ficou feia. Logo no dia seguinte sentia as sequelas de um corpo que por diversas me alertava que alguma coisa não estava bem com ele, mas eu teimoso, o ignorava.

Fiquei uns dois dias em repouso para ver se a coisa ficava boa de novo, mas foi quando fui para o treino no dia seguinte senti que era impossível me arriscar a correr no mesmo nível que de algumas semanas atrás, tentei esboçar uma reação lançando mão de um ritmo leve, exatamente na condição de trote. Mas mesmo assim as dores de acompanhavam a cada passada, então terminei o treino no sacrifício.

Não dava mais, foi aí que por conta própria, me impus um jejum de treinamentos. A primeira parada foi de 9 dias. Voltei a treinar bem as vésperas para participar da Oscar Reebok Run (17/04). Terminei a prova com bastante dificuldade e meu pior tempo nos 10 km.

Preocupado com a minha situação fui ao médico ortopedista, fiz um raio-X no mesmo dia mas nada tinha sido contatado pelo exame. Então ele me pediu um exame mais detalhado, uma ressonância magnética do quadril. Tomei durante 5 dias um remédio para aliviar as dores, além de ser anti-inflamatório.

Até ao retorno com o resultado da ressonância o médico me pediu para ficar um mês de repouso, porém mais uma vez fraquejei. Corri o Circuito SESI (01/05), novamente o Circuito Popular de Corrida de Rua da Cidade de São Paulo - Etapa de Butantã (15/05) e neste domingo (22/05) organizei um treino simulado da Unimed Run 2011, corri 5 km.

Depois da alegria e da satisfação de reunir quase 70 corredores no simulado, nesta segunda-feira, dia 23/05, recebi uma notícia que jamais imaginava escutar um dia. Estou com uma fratura de stress no colo femoral direito que se não fosse diagnosticado nesta fase inicial, correria o risco de agravar ainda mais o edema ósseo, sendo necessária uma intervenção cirúrgica para colocação de pino.

Nesta segunda-feira, dia 30/05, começo a minha nova jornada. Será a minha primeira sessão de fisioterapia com um profissional da área esportiva, então acredito que quando estiver apto a retornar as pistas o prejuízo não será muito grande já que também farei um trabalho para que o condicionamento físico seja aceitável para a retomada do esporte.

Estarei longe das pistas durante esse período de recuperação, mas estarei sempre que puder acompanhando e apoiando a minha namorada Juliana, meus amigos corredores e companheiros de Equipe 100 Juízo em suas participações, seja em provas, em treinos, ou em qualquer outro evento.

Agradeço a todos pelas palavras de apoio e de carinho que tenho recebido. Que Deus abençoe e ilumine a todos com paz e saúde!

Até logo! Abraços, Ronnie.

27 comentários:

  1. Putz...força aí. Ficar sem treinar é fogo, mas tem que se tratar direito para voltar 100%. []´s

    ResponderExcluir
  2. Caramba...força aí Ronnie!!! Não desanima não. Assisti um progama no sportv esses dias falando sobre lesão no esporte e o médico enfatizava que esporte não é saúde e sim lesão. Ele explicava que o esporte por ser competitivo faz com a gente ultrapasse os limites e force o corpo ao extremo. Ainda mais corrida que trabalha o corpo todo e causa um impacto considerável. Logo vc estará de volta...só que tem que fazer o tratamento direito, especialmente a parte do repouso, já que o desespero pracorrer é maior. Melhoras pra vc. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. é irmão, é assim mesmo...
    As dores vem e vão mas nunca abandonanm o corredor.
    Isso é que faz de nós heróis!!!
    Algumas coisas podem ajudar na recuperação como gelatina pura q vende no piratininga e custa 36 reais 1/2 quilo, suco de tomate sem conservantes, q é rico em sódio e vitamina C, e dolomita quando voltar a treinar.
    Quanto aos amigos, estamos contigo em oração pedindo por uma rápida recuperação e esperando mesmo ter ver com uma cara muito feia de esforço de novo num sprit próximo a linha.
    Abraço!!!
    Amazonas

    ResponderExcluir
  4. Ae Ronnie, força aí amigo.
    Estas coisas fazem parte do nosso show, estamos sujeitos a elas. Tempos atrás fiquei dois meses sem treinar e correr, mas eu coloquei na minha cabeça que aquilo ERA UMA FÉRIAS, e ERA TEMPORÁRIO, assim consegui encarar numa boa.
    Ontem eu fiz treino de tiros no Vicentina Aranha, no último tiro da primeira sessão eu senti UM POUCO a coxa esquerda, fiz a pausa e fiquei pensando se valeria a pena fazer iniciar a segunda sessão, na hora me veio na cabeça as últimas lesões dos amigos: você, o Namiuti e o Luis Carlos. Serviu como exemplo, abortei o treino, mesmo ainda na metade e fui emborar colocar gelo. Prudência as vezes é bom, mas vejamos o copo meio cheio, ainda bem que você procurou o médico e em tempos está cuidando disso.
    Ronnie, deixo a dica: encare como uma férias, assim você voltará com mais confiança.
    Abrx meu amigo.
    Michel

    ResponderExcluir
  5. Se cuida aí Ronnie, só se machuca quem treina né. E tudo é aprendizado, logo mais estará detonado nas pistas.

    Abraço
    Fabio Matheus

    ResponderExcluir
  6. Ronnie, fique tranquilo faz parte de quem é dedicado de quem se prepara para correr forte, ja passei por várias lesões no inicio.
    Cada uma me deixou mais forte porque consegui vence-las.
    Força

    Gerson Narezzi

    ResponderExcluir
  7. Já falei pessoalmente, já falei pelo Facebook, mas deixo aqui também meu apoio ao amigo. Lesões, mesmo as mais sérias, passam. A corrida continua. Cuide-se bem, tenha paciência e serenidade. Fácil não há de ser, mas sempre traz algum aprendizado e nos ensina a valorizar ainda mais a verdadeira bênção que é simplesmente poder correr. A notícia entristece a família 100 Juízo, mas sabemos que você vai seguir com a gente, com aquela força de sempre, enquanto se prepara para o retorno triunfal. Fique bem, companheiro. Qualquer coisa, você sabe, estamos aí!

    Abraço

    Fábio

    ResponderExcluir
  8. RONNIE JÁ PASSEI POR ISSO, VC DEVE ESQUECER TREINOS E CORRIDAS POR MAIS OU MENOS 3 MESSES,E QUANDO VOLTAR VC DEVE COMEÇAR A TREINAR BEM DE VAGAR PARA A DOR NÃO VOLTAR E SE TORNAR UMA DOR CRONICA, ESSE TEMPO É FUNDAMENTAL PARA RECUPERAÇÃO, E NÃO SE PREOCUPE VC NÃO PERDE TOTALMENTE SUA CONDIÇÃO FISICA, ATÉ LÁ.
    OLIVEIRA

    ResponderExcluir
  9. Ronnie, seu depoimento é muito importante. Vai servir de alerta para todos nós. Seria interessante você postar esse depoimento em outros sites de corrida.
    Como disse o Fábio Namiuti "tenha paciência e serenidade. Fácil não há de ser, mas sempre traz algum aprendizado e nos ensina a valorizar ainda mais a verdadeira bênção que é simplesmente poder correr".
    abraço!!!

    Milton

    ResponderExcluir
  10. Meu amor vc não sabe como parte meu coração ter que vê-lo impedido de praticar o que mais ama que é correr, por outro lado faço minhas as palavras do Fábio, as dificuldades sempre nos trazem aprendizado e nunca acontece por acaso. Com ela amadurecemos e aprendemos que a vida não é só flores e que precisamos passar pelos espinhos para sair vitoriosos com muito mais preparo, determinação e resultados! Vc é um campeão e esses três meses vai ser moleza, "pode crer". Conte comigo, estarei sempre ao seu lado! Bjo bem grandão....Te amo.

    ResponderExcluir
  11. querido amigo, estou indo a taubaté buscar minha ressonância hj e só pelo rx da minha coluna o médico também não me animou muito, segunda feira será a ressonancia da coluna e ultra son do quadril, mas é isso ai, essas coisas fazem parte e a gente tem que ser forte e se adaptar a mudanças, mesmo eu tendo reduzido bem minhas corridas e intensidade e força dos treinos por conta do meu tornozelo, as lesões não me deixaram sozinnha, como disse o Samurai as lesões passam mas as corridas nunca, cuide-se bem e volte inteiro para as pistas e para os malucos...bj grande.

    ResponderExcluir
  12. Ronnie, tenha muita paciência, e encare como um período de pausa, necessário a todos em algum momento da vida, e que sempre nos fortalece em algum sentido. O tempo passa rápido e logo vc reinicia suas corridas, totalmente recuperado! Espero te encontrar acompanhando a Ju nas corridas! Abs!

    ResponderExcluir
  13. oi, ronnie!!!

    muita força, disciplina e paciência nessa fase;)
    passei 3 meses parada ou quase parada por conta de fascite plantar!
    é dureza mesmo!
    mas tenho certeza de que você vai superar logo esse momento, e logo em breve estará de volta aos treinos!

    muito legal você compartilhar essa experiência com todos nós... um alerta, pra gente prestar muita atenção ao nosso corpo, e respeitar os sinais que ele nos manda!

    melhoras!

    http://elismc.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Grande amigo, muita força pra ti e o mais importante é ter paciência.
    Estaremos torcendo por vc e sabemos que irá retornar as batalhas de rua e bem mais forte pois vc assim como nós é guerreiro.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  15. Ana Carla Oliveira Garcia27 de maio de 2011 15:17

    Ronnie,receba minha SOLIDARIEDADE em sua DOR. ACREDITO que PENSAMENTO POSITIVO é TUDO DE BOM : as vesperas de correr UMA MARATONA EM PARIS, sofri uma queda horrível ,ficando com 2 joelhos lesionados, principalmente o Esquerdo. CHOREI POR TUDO pois no dia que caí, havia terminado de pagar a minha Viagem e o meu SONHO de correr uma maratona . Ouvi diferentes opiniões de ânino.desânimo enfim faz parte....No entanto , não me rendi, fiz os tratamentos indicados,e após 3 meses terminei correndo os 42k195m!!! DEVAGAR SE VAI AO LONGE!!! DESCANSA!!!PAZ e FÉ!
    Ana Carla Oliveira Garcia

    ResponderExcluir
  16. Grande amigo Ronnie,
    Sabemos que não é fácil aceitar situações como esta, principalmente para um amante deste esporte como você, porém, acreditamos que irá superar esta fase e voltar mais fortalecido. Há pouco tempo saí de uma inflamação de tendão, fiz os tratamentos corretos e já estou nas pistas. Desejo pronto restabelecimento e até breve, mesmo sendo com a sua presença nos incentivando nas corridas, treinos, etc.....Forte abraço e até mais!
    Silas

    ResponderExcluir
  17. Ronnie, fiquei muito chateada por você. Espero que sua recuperação seja 100%...BOA SORTE!!!!

    Um abraço e até breve.

    ResponderExcluir
  18. Olá Ronnie, se machucar é realmente muuuuuuuito chato, bem sei disso! Mas como disse o Fabio Matheus ali em cima, só se machuca quem treina. O sedentarismo é bem pior! Mas coragem agora! Faça o tratamento direitinho que logo vc estará de volta e ainda mais fortalecido. Estamos todos torcendo por vc! ;)

    ResponderExcluir
  19. Meu amigo não tenho nada pra dizer pra vc tudo que vou fazer e muito e rezar pra sua recuperação fka bom logo

    ResponderExcluir
  20. Caro amigo, imagino como vc deve estar se sentindo.
    mas como disse pelo face, neste momento e ser obediente aos medicos para q logo possa estar novamente conosco nas ruas fazendo oq mais gosta.
    faça desta etapa um grande momento de aprendizado, um grande abraço, saiba q mesmo não conhecendo pessoalmente, estou na torcida por sua recuperação, ha e espero algum dia conhecelo pessoalmente.
    Ass.Rodrigo

    ResponderExcluir
  21. Caro Ronnie,
    Esteja você correndo ou não, sempre estaremos torcendo por você!
    Um forte abraço, e boa recuperação.
    José R Leite

    ResponderExcluir
  22. Ronnie,
    Sinto muito, sei como é chato não poder correr com os amigos.
    Tive que desistir dos meus planos, estou me recuperando de uma pubalgia, e não poderei fazer a maratona do RJ nem a de Assunção.
    Sigo dando apoio e fotografando os colegas corredores para não desanimar.
    Grande abraço e boa recuperação!
    Gilmar
    http://www.fotocorridagilmar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Ronnie, desejo as rápidas melhoras, para que possa fazer o que tanto gosta que é correr!

    Uma boa recuperação e um forte abraço daqui deste lado do Atlântico!

    ResponderExcluir
  24. É assim mesmo...É difícil, é...mas na volta, vc estará 100% a todo vapor...

    Tb tenho um blog sobre corridas, o just Run! Se quiser, dá uma passaidnha por lá e se gostar, seja um seguidor...Eu vou sempre dar uma bizoiada por aqui...rs


    abraços e ótima recuperação

    www.lucy-justrun.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Recupere-se bem e faça todas as sessões de fortalecimento e fisioterapia. Voltará ainda mais fortalicido!

    ResponderExcluir
  26. Ronnie!

    Estou lendo um livro e quero compartilhar com você, assim como eu fiz com o Leo Mesquita do Blog(http://vivoparacorrer.blogspot.com/)

    Ele também está passando por um momento difícil e está afastado do que mais gosta, correr.

    O livro é do Nuno Cobra, treinador de vários campeões, entre eles Ayrton Senna! O nome do livro é "A semente da vitória", é um livro muito legal de ler, além de uma lingugem fácil para aquelas coisas que achamos dificil de entender.

    Aproveite esse período para ler esse livro, eu estou colocando várias idéias em prática e já posso ver diferenças.

    Força aí irmão! Estou na torcida, logo estará de volta ao mundo corrístico!

    abraços

    Leonardo Nista
    Corro por Correr

    ResponderExcluir